Likud enfrenta dificuldades para formar governo

O Likud encontrou hoje as primeiras dificuldades para formar um novo governo, depois que a delegação trabalhista se negou a se reunir com funcionários do partido de Ariel Sharon em um centro desportivo de Tel-Aviv.Por outro lado, o Likud afirmou ter progredido em suas negociações com o Partido Shinui, principalmente em relação aos principais temas da política israelense. No entanto, o Shinui adiantou que não está disposto a formar parte de um governo com partidos ultra-ortodoxos.O premier Ariel Sharon tem 42 dias para formar seu novo governo. Também hoje, o rabino Shlomo Benizri, do partido ortodoxo Shas, afirmou estar disposto a retornar ao governo com o Likud.Dando continuidade à violência na região, tropas israelenses mataram hoje dois supostos militantes palestinos, incluindo um fugitivo desarmado, identificado como Imad Mabruk, na Cisjordânia e Faixa de Gaza. Também na Cisjordânia, o exército israelense anunciou a prisão de um possível suicida palestino em um hotel de Ramallah. Segundo os militares, no quarto onde o homem se escondia foi encontrada uma mala carregada com 20 quilos de explosivos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.