Likud formaliza aliança com direita radical

O primeiro-ministro de Israel, Binyamin Netanyahu, e o ministro das Relações Exteriores Avigdor Lieberman anunciaram aliança para a disputa das eleições de janeiro, unificando as listas dos partidos Likud e Israel Beitenu. "Israel precisa de uma coalizão forte", disse Netanyahu. Segundo analistas, o objetivo da lista única seria afastar a ameaça de retorno do bloco centrista, liderado pelo Partido Trabalhista.

O Estado de S.Paulo

26 de outubro de 2012 | 03h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.