Linha-dura assume Defesa em gabinete de Netanyahu

O primeiro-ministro de Israel. Binyamin Netanyahu, escolheu ontem Moshe Yaalon, um general da reserva, para o Ministério da Defesa. Netanyahu justificou a escolha dizendo que a experiência de Yaalon é necessária para os desafios de um Oriente Médio turbulento. Yaalon, de 62 anos, é membro do Likud, partido de Netanyahu, e passou os últimos quatro anos como consultor do gabinete de ministros.

O Estado de S.Paulo

18 de março de 2013 | 02h08

O novo titular da Defesa apoia publicamente a relutância de Netanyahu em abrir mão da ocupação na Cisjordânia, o que abriria o caminho para a criação de um Estado palestino. Ele defende também as ameaças do primeiro-ministro de atacar instalações nucleares do Irã, apesar de, nos bastidores, autoridades terem dito que ele adotou uma linha mais cautelosa alegando que é preciso primeiro deixar a diplomacia dos EUA agir.

"Neste momento decisivo para a segurança de Israel, quando a região ao nosso redor está turbulenta, é importante ter um homem com a experiência de Moshe Yaalon", afirmou Netanyahu em comunicado. / REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.