Liviu Librescu, o herói da Virginia Tech, é enterrado em Israel

Liviu Librescu, o professor da universidade Virginia Tech que com a sua morte conseguiu salvar seus alunos do massacre, será enterrado nesta sexta-feira, 20, na cidade israelense de Raanana, onde vive um de seus filhos.Librescu morreu aos 76 anos, quando bloqueava a porta da sala de aula, impedindo a entrada do assassino Cho Seung-Hui. Ele será enterrado às 10 horas (5 horas de Brasília), informaram fontes da família.Professor de aeronáutica, de fama mundial por suas investigações, Librescu nasceu na Romênia. Em 1977, foi para Israel, com a ajuda do então primeiro-ministro, Menachem Begin.Um de seus dois filhos relatou à imprensa local que sua carreira em seu país natal foi prejudicada porque ele se negou a jurar lealdade ao Partido Comunista. Em 1984, mudou-se para os Estados Unidos.Os alunos relataram que na segunda-feira, quando Seung-Hui iniciou o massacre, o professor bloqueou com seu corpo a porta da sala de aula. Assim, vários estudantes puderam fugir pelas janelas.A imprensa israelense destacou a coincidência do massacre da Virgínia com a comemoração do Dia do Holocausto, em Israel. Librescu sobreviveu à matança de judeus, quando a Romênia se aliou aos nazistas na Segunda Guerra Mundial.O corpo chegou dos Estados Unidos na quinta-feira, trazido por funcionários consulares israelenses e pela viúva, Marlena."Ele salvou seus alunos. Era muito humano, sempre ajudava a todos", disse Marlena, com quem Librescu foi casado por 42 anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.