Livni: Israel precisa desistir de terras em troca da paz

A líder do Partido Kadima, Tzipi Livni, que espera ser indicada como premier de Israel, disse hoje que o país precisa desistir de uma parte considerável de território em troca da paz com os palestinos, cravando uma distinção clara em relação a seu rival Benjamin Netanyahu, líder do Partido Likud. "Nós precisamos desistir de metade da Terra de Israel", disse ela, durante uma convenção de líderes de organizações judaicas norte-americanas, usando um termo que se refere às fronteiras bíblicas de Israel, que incluíram, durante períodos na Antiguidade, o atual território e a Cisjordânia e a Faixa de Gaza.Livni afirmou que essa retirada dos territórios ocupados será vantajosa para Israel, para que permaneça um Estado de maioria judaica. Ela disse aos líderes da comunidade judaica nos Estados Unidos que Israel precisa tomar a iniciativa e apresentar seu plano de paz. "Qualquer plano que coloquem sobre a mesa não será em nosso interesse."O Kadima, partido centrista de Livni, venceu as eleições parlamentares em Israel por apenas uma cadeira de vantagem sobre o rival Likud, de direita. Netanyahu se opõe a concessões territoriais aos palestinos. Ambos proclamaram vitória nas eleições da semana passada e cada um espera ser indicado pelo presidente do país, Shimon Peres, para formar o próximo governo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.