Livni quer coalizão até domingo ou Israel terá eleição

A primeira-ministra designada de Israel, Tzipi Livni, determinou hoje o prazo até domingo para conseguir formar um governo ou convocará eleições antecipadas. Tzipi afirmou que havia falado com o presidente Shimon Peres para informar sobre a decisão. A até então ministra de Relações Exteriores tem ainda mais dez dias para formar uma maioria parlamentar, porém enfrenta várias demandas dos possíveis parceiros.A primeira-ministra já conseguiu o apoio do centro-esquerdista Partido Trabalhista. No entanto, ela ainda necessita assegurar o apoio do ultra-ortodoxo Shas. Caso consiga ficar no poder, Tzipi seria a primeira mulher a ocupar o cargo em mais de 30 anos. Pesquisas de opinião indicam que em caso de eleições antecipadas, o Partido Likud ganharia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.