Livro citado por Chávez sobe na lista dos mais vendidos

O discurso do presidente venezuelano, Hugo Chávez, teve um impacto inesperado nas listas dos livros mais vendidos dos sites de vendas Amazon e Barnes & Noble.No início de seu pronunciamento na Assembléia Geral da ONU, na quarta-feira, Chávez chamou o presidente norte-americano, George W. Bush, de "diabo", ergueu um livro de Noam Chomsky, intitulado O império americano: Hegemonia ou Sobrevivência, e o indicou a todos os presentes na Assembléia Geral, assim como ao povo americano. "O povo dos Estados Unidos deve ler isso (...) em vez de assistir a filmes do Superman", disse mais tarde o líder venezuelano aos repórteres.Desse modo, na tarde de quinta-feira, O império americano: Hegemonia ou sobrevivência, publicado originalmente em 2003, foi parar na lista dos 10 mais vendidos das livrarias virtuais Amazon e Barnes & Noble. Para suprir a demanda serão impressos mais 25 mil cópias do livro.Chomsky, famoso lingüista americano de 77 anos, há tempos se opõe à política exterior dos Estados Unidos. Entre seus livros mais famosos estão 11 de Setembro, conjunto de entrevistas feitas logo após os ataques de 11/09, e Poder e Terrorismo: Entrevistas e Conferências Pós - 11 de Setembro .

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.