Livros roubados são devolvidos a bibliotecas de São Petersburgo

Quatro livros raros roubados de bibliotecas russas foram devolvidos nesta segunda-feira depois de autoridades locais terem detido três suspeitos pelos crimes, informou a polícia.Os suspeitos estariam envolvidos no roubo de pelo menos 20 livros de importantes bilbiotecas de Moscou, São Petersburgo e das cidades de Saratov e Kazan, às margens do Rio Volga, durante os últimos três anos.Uma cópia da obra "Princípios Matemáticos da Filosofia Natural", de Newton, publicada em Londres em 1687 e uma edição ilustrada do "Le Futur", do poeta futurista russo Kontantin Bolshakov firam roubadas da Biblioteca Nacional da Rússia, em São Petersburgo, no último dia 6. Outras duas obras raras e importantes foram levadas de outras bibliotecas da cidade no mesmo dia. O valor dos quatro livros juntos é estimado em US$ 85.000.Os três suspeitos - dois homens e uma mulher - são de Saratov,informou a polícia de São Petersburgo. Os três são formados emfilologia ou história.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.