Lixeiros de Madri encerram greve após 13 dias

Os lixeiros de Madri encerraram neste domingo uma greve de 13 dias que deixou as ruas da capital espanhola com grande acúmulo de lixo. A greve foi encerrada depois que a categoria votou a favor de um acordo negociado entre os sindicatos e os empregadores.

AE, Agência Estado

17 de novembro de 2013 | 17h56

A paralisação teve início quando as empresas de coleta de lixo de Madri anunciaram planos de demitir mais de mil funcionários e diminuir os salários de mais de 5 mil lixeiros e limpadores de rua.

Pelo acordo aprovado hoje, as empresas abortaram o plano de demissão em troca de mais eficiência e congelamento dos salários até 2017. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Espanhagrevelixeiros

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.