Loja de Paris ensina striptease para atrair consumidores

Para a maior loja de departamentos da França, brilhantes campanhas publicitárias convidando os consumidores a ?comprar até cair? não são mais suficientes. Por isso, num golpe de publicidade criado para um tempo de vendas declinantes, a Galeries Lafayette está encorajando mulheres a comprar ?até cairem ...suas calcinhas?. No sábado, espera-se uma revoada de centenas de mulheres à venerável loja para receber aulas gratuitas de striptease. A Lafayette contratou duas dançarinas profissionais para dar conselhos de especialistas.?É para aprender a despir-se de um modo elegante?, diz o porta-voz da empresa, Constance Dubois. ?Um modo de atrair a atenção para a roupa de baixo.?A idéia já é um sucesso. Os telefones não param de tocar, com mulheres pedindo para inscrever-se e, desde ontem, os 400 lugares para o evento de um dia estão esgotados.?Nunca iria a um clube de stripers para ter aulas?, diz Brigitte de Abreu, de 27 anos, que trabalha com moda, enquanto tenta pegar um porta-ligas. ?Mas numa grande loja de departamento como esta, parece legal.??Aprender a técnica?, diz com um sorriso malicioso, ?sempre pode ser útil.?As aulas foram planejadas para ajudar a Galeries Lafayette a promover seus próprios produtos: seu novo departamento de lingerie é tido como o maior do mundo. A seção oferecerá 2.800 metros quadrados de sutiãs, calcinhas e porta-ligas.A Galeries Lafayette não está sozinha no quesito táticas chocantes de marketing. Na segunda-feira, sua rival Printemps abriu um departamento de beleza de 4.000 metros quadrados, oferecendo um curso grátis de maquiagem, com batom, delineador, pó facial e manicure ? para homens.Homens interessados ? ou obrigados pelas namoradas - tomam seus lugares num pódio de Jean Paul Gualtier iluminado por spots e ladeado por telas de TV com anúncios de makeup.?Chocamos algumas poucas pessoas, é normal?, diz o vendedor Alain Aner. ?Uma porção de homens estava hesitante, ao começar, mas logo se sentiu confortável com a idéia.?Esse tipo de publicidade excitante tem como objetivo ajudar as lojas a recuperarem-se de uma estação fraca para o varejo, na França, este verão que passou. As vendas na Printemps, por exemplo, caíram 7,9% em agosto, em comparação com o mesmo mês do ano passado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.