Londres diz que ingleses seqüestrados estão na Eritréia

O governo do Reino Unido "tem indícios" de que os cinco europeus, ao menos quatro britânicos, seqüestrados na Etiópia há uma semana "estão bem", afirmou nesta sexta-feira, 9, a ministra de Assuntos Exteriores, Margaret Beckett.No entanto, ainda não se conhece o paradeiro dessas cinco pessoas, disse a ministra em entrevista coletiva ao término de umacúpula européia.Segundo Beckett, as autoridades britânicas estão acompanhando ocaso com a ajuda de pessoas que se encontram na Etiópia e em contato com as autoridades na região."Todo o mundo está prestando sua ajuda, estamos fazendo todo opossível por trazer para casa essas pessoas o mais rápido possível",acrescentou a ministra.Os britânicos, que são membros da Embaixada de seu país emAdis-Abeba, capital do país africano, desapareceram no dia 1º em uma zona remota do norte da nação.As autoridades regionais etíopes acusaram as forças da Eritréia,que apoiou o regime islâmico em Mogadiscio, de estar por trás doseqüestro dos europeus e seus 13 motoristas e tradutores etíopes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.