Londres envia destroier para perto das Malvinas

O envio de um dos mais novos e sofisticados navios de guerra do Reino Unido para o Atlântico Sul, onde ficam as Ilhas Malvinas, que pertencem aos britânicos, é uma questão de rotina e já estava planejado, informou nesta terça-feira a Marinha Real Britânica. A chegada do HMS Dauntless, um destroier Type 45 projetado para abater aeronaves e mísseis, ocorre no momento em que aumentam as tensões entre o Reino Unido e a Argentina sobre a soberania das Malvinas. Este ano marca o 30º aniversário da breve porém sangrenta guerra entre os dois países por causa das ilhas.

AE, Agência Estado

31 de janeiro de 2012 | 16h24

As tensões aumentaram em dezembro, quando a Argentina liderou um bloqueio do acesso de navios com bandeira das Malvinas aos portos do bloco econômico Mercosul. O primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, disse que não negocia a soberania das Malvinas e informou que o governo apoia o direito dos habitantes das ilhas à autodeterminação.

A Marinha Real Britânica se recusou a informar se o HMS Dauntless visitaria as Ilhas Malvinas. "A Marinha Real Britânica tem tido uma presença constante no Atlântico Sul ao longo dos anos", disse um porta-voz da Marinha, em comunicado. "O envio do HMS Dauntless para o Atlântico Sul foi planejado, é uma questão rotineira e vai substituir um outro navio de patrulha." As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.