Londres exporta ao Irã material usado em bomba atômica

O governo da Grã-Bretanha aprovou a venda de componenentes militares e radioativos ao Irã que podem ser utilizados na fabricação de sofisticadas armas nucleares e de destruição em massa, informou hoje a BBC de Londres. A rede britânica afirmou que o ministério do Comércio e da Indústria autorizou a exportação de uma grande quantidade de berílio ao Irã e a outros países que estariam desenvolvendo armas atômicas. A Grã-Bretanha assinou um embargo de armas e de material radioativos contra o Irã em 1993, que proíbe a exportação, entre outros, do metal berílio, um componente vital na produção de bombas nucleares.O presidente da Comissão de Controle de Exportações, o parlamentar trabalhista Roger Berry, declarou hoje que desconhecia o assunto e que levaria a questão ao governo em busca de respostas. "Estou muito preocupado depois da publicação da informação da BBC", afirmou. "Não é possível que estejamos vendendo material radioativo ao Irã para a fabricação de bombas nucleares e ao mesmo tempo digamos que temos de lutar contra o Iraque porque o país desenvolve armas de destruição em massa. É uma inconseqüência que não podemos aceitar", argumentou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.