Londres pressiona Otan para cumprir missão no Afeganistão

O primeiro-ministro do Reino Unido, Tony Blair, assinalou nesta terça-feira, 27, que Londres deve manter a pressão sobre seus aliados da Otan para assegurar que cumpram suas obrigações no Afeganistão."Estamos constantemente pressionando nossos parceiros na Otanpara que façam mais. Para ser justo, alguns fazem mais. Mas éimportante que continuemos (pressionando)", ressaltou Blair naentrevista coletiva mensal realizada nesta terça em sua residência oficial, no número 10 de Downing Street.O primeiro-ministro fez tal afirmação depois que a AliançaAtlântica pediu este mês forças adicionais para o Afeganistão, masalguns aliados se mostraram reticentes em assumir novoscompromissos.O governo britânico anunciou na segunda-feira, 26, que enviará1,4 mil soldados a mais ao país muçulmano para enfrentar um previsível recrudescimento dos combates com os insurgentes nos próximos meses.Com este posicionamento, o número de forças britânicas, que fazem parte da Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf) da Otan no Afeganistão, passará de 6,3 mil para 7,7 mil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.