Londres toma precauções para um eventual atentado

Os moradores de Londres estãotomando precauções diante da possibilidade de a capital inglesaser alvo de um atentado extremista após o início da cada vezmais iminente guerra contra o Iraque. Alguns moradores começaram a abandonar Londres para seprotegerem em seus refúgios no interior. O governo britânico, por sua vez, lançou um novo website, noqual alerta que extremistas poderão usar o início de uma guerracontra o Iraque como argumento para lançarem ataques. O site traz também orientações para a população no caso de umataque, encorajando a ampliação de estoques de alimentosenlatados, água potável e baterias. Alguns britânicos estão tomando atitudes ainda mais drásticas."Pelo menos cerca de mil pessoas estão viajando comrespiradores a tiracolo todos os dias no metrô", disse EdwardKlinger, diretor-gerente da Ozonelink, uma empresa que vendemáscaras contra gás e roupas de proteção para civis. Mais de 60 mil pessoas, principalmente operadores de serviçosde transporte público e funcionários de escritórios, entraram emcontato com a empresa para pedirem conselhos após policiaisbritânicos terem encontrado, em janeiro, traços de ricina em umaapartamento em Londres. Apesar do lançamento do site, o primeiro-ministro daGrã-Bretanha, Tony Blair, e seus ministros têm sido criticadospor darem mensagens confusas sobre a ameaça de um eventualatentado, enquanto têm tomado poucas ações para proteger apopulação de um ataque."A ameaça terrorista continua sendo reale séria", ressalta o governo em seu novo site.Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.