Londrinos participam da grande marcha contra Bush

Dezenas de milhares de manifestantes anti-guerra ? vigiados por milhares de policiais - marcharam, hoje, pelo centro de Londres para dizer ao presidente George W. Bush que ele não é bem-vindo na Inglaterra.Os protestos foram tranqüilos na maior parte do tempo, mas quando anoiteceu, a polícia esforçou-se para conter algumas centenas de manifestantes que não pararam no final da passeata, em Trafalgar Square, e arremessaram-se por uma rua vizinha. Os policiais cerraram armas, formando uma parede humana, e cercaram os manifestantes, prendendo vários que se recusavam a sair da rua.A marcha demorou quase duas horas para deixar sua ponto inicial, na Universidade de Londres, e passar pelo Parlamento e pelo gabinete de Blair, na Downing Street. A Coalizão Parem a Guerra, que organizou a passeata, diz que participaram 200.000 pessoas; a polícia calcula a multidão em 70.000.Assim que o dia de trabalho terminou, muitas pessoas que não tinham participado da marcha juntaram-se à passeata final de Trafalgar Square, onde uma estátua caricata de Bush ? feita de papel machêpa, recoberta com uma camada de bronze ? foi derrubada em meio a estrondosos aplausos.Depois que escureceu, os manifestantes sentaram-se à volta de pelo menos três fogueiras, feitas com os cartazes que carregavam e, numa delas, por uma pequena efígie de Bush.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.