Longas de ficção e documentários retratam versões do 11 de Setembro

Ataques da Al-Qaeda inspiraram ficções, dramatizações e documentários

Christina Stephano de Queiroz, especial para o estadão.com.br

09 Setembro 2011 | 15h11

Atualizado às 23h48

 

SÃO PAULO - Do Iraque aos Estados Unidos, muito da produção cinematográfica da última década discute causas e efeitos do 11 de Setembro. A seguir, um roteiro de filmes relacionados aos atentados.

 

Veja também:

especialESPECIAL: Dez anos do 11 de Setembro

som ESTADÃO ESPN: Série especial

forum PARTICIPE: Onde você estava no 11/9?

 

Documentários

 

Fahrenheit 9/11, de Michael Moore (EUA, 2004)

Documentário aborda causas e efeitos dos atentados e fala da relação entre os ataques e a guerra no Iraque. O diretor comenta a existência de vínculos entre as famílias do então presidente George W. Bush e de Osama bin Laden. O nome do filme faz referência ao livro Fahrenheit 451, escrito por Ray Bradbury na década de 1950 e que descreve uma história em que as pessoas vivem em casas iguais e estão proibidas de ler.

 

 

 

¡Hay motivo! (vários diretores, Espanha, 2004)

Seleção de curtas feitos por diretores espanhóis como Iciar Bollain e David Trueba sobre os impactos do atentado em Madri, em março de 2004 e sobre como o Partido Popular tentou manipular a imprensa para culpar o ETA.

 

 

 

 

Iraque em fragmentos, de James Longley (EUA, 2006)

Luta por liberdade de sunitas, xiitas e curdos em um país destruído pelo governo de Saddam Hussein e, mais tarde, pela ocupação norte-americana. Assista abaixo a uma entrevista com Longley.

 

 

 

 

Reel Bad Arabs: how Hollywood vilifies a people, de Jeremy Earp (EUA, 2006)

Análise de quase mil filmes americanos que contam com personagens árabes.

 

 

 

 

Reciclar, de Mahmoud al-Massad (Jordânia/Holanda, 2007)

História de Abu Amar, ex-soldado mujahideen que tenta reconstruir sua vida depois de combater durante anos na guerra soviético-afegã.

 

 

 

Texas - Kabul, de Helga Reidemeister (Alemanha, 2004)

Retrato de quatro mulheres que refletem sobre o sentido da vida em tempos de guerra.

 

Where in the world is Osama bin Laden, de Morgan Spurlock (EUA, 2008)

Documentarista roda durante 30 dias por países como Jordânia, Egito e Afeganistão em busca da resposta.

 

 

 

Ficção

11 de Setembro, diversos autores (França, 2002)

Onze curta-metragens feitos por diretores como o israelense Amos Gitai ou o mexicano Alejandro González Iñárritu (assista abaixo ao trailer do curta de Iñárritu) mostram diferentes pontos de vista sobre os atentados de 11 de setembro de 2001.

 

 

Ahlaam, de Mohamed al-Daradji (Iraque, 2006)

Ambientado em um hospital psiquiátrico de Bagdá na noite em que os EUA começaram a campanha bélica chamada "Comoção e pavor".

 

 

As tartarugas também voam, de Bahman Ghobadi (Irã/Iraque, 2004)

Crianças lutam para sobreviver recolhendo minas terrestres em um campo de refugiados curdos, na fronteira entre Turquia e Iraque.

 

 

World Trade Center (As Torres Gêmeas), de Oliver Stone (Estados Unidos, 2006)

Drama de policiais que ficam presos sob os escombros das torres.

 

 

Filho da Babilônia, de Mohamed al-Daradji (Iraque, Reino Unido, entre outros, 2009)

Menino curdo e sua avó viajam pelo Iraque, três semanas após a queda de Saddam Hussein, em busca do pai desaparecido.

 

 

Fora da lei, de Rachid Bouchareb (Argélia/França, 2010)

Família de argelinos se espalha pelo mundo depois que perde sua casa. Quando projetado em Cannes em 2010, filme gerou polêmica por reavivar fantasma do colonialismo francês.

 

 

A Morte de George W. Bush, de Gabriel Range (Inglaterra, 2006)

Presidente americano na época dos atentados é alvo de tiros em meio a um discurso em Chicago.

 

 

Paradise Now, de Hany Abu Assad (França/Alemanha/Israel/Holanda, 2005)

Dois amigos de infância são recrutados para organizar um atentado terrorista em Tel Aviv.

 

 

The Space Between, de Travis Fine (EUA, 2009)

Aeromoça e menor muçulmano desacompanhado se conhecem no dia dos atentados e ela decide levá-lo a casa quando descobre sua conexão com os ataques.

 

Vôo United 93, de Paul Greengrass (Estados Unidos, 2006)

História do voo que foi sequestrado por terroristas e que teria sido derrubado pelos próprios passageiros.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.