Lost não vai mais perder suas placas. Mudou de nome

Quem resistiria em não levar para casa uma placa rodoviária com a palavra Lost - perdido? Muitas placas depois, Lost, uma aldeia escocesa com menos de duas dezenas de habitantes, cansou de perder seus sinais rodoviários e sua identidade. Mudou de nome - para Lost Farm (Fazenda Perdida) que espera ser menos atraente para os caçadores de souvenirs.O nome origina-se de uma palavra celta que significa estalagem, embora não seja bem isso que se encontre em Lost. Atualmente, a aldeia tem umas poucas casas, um memorial de guerra. Mas tem uma fazenda. Pelo menos cinco placas desapareceram nos últimos anos; a que mais durou ficou três meses indicando a entrada da aldeia, e uma desapareceu depois de apenas um dia, conta Mark Skilling, engenheiro chefe da câmara municipal do condado Aberdeen, ao qual Lost é ligada.?É de enfurecer?, dizia ele hoje. ?A aldeia é muito popular por causa de seu nome e suspeito que caçadores de souvenirs vêm aqui apenas para pegar a placa.? Segundo Skilling, custa cerca de 100 libras (R$ 541,00) substitui-la. ?Além disso, temos de levá-la a Lost, que é bastante distante?, reclama. ?Esperamos que a mudança de nome significará que a placa não será mais roubada.? A aldeia fica a 65 quilômetros a oeste de Aberdeenm nas montanhas Cairngorm, no nordeste da Escócia, perto da povoação de Bellabeg, onde o Water of Nochty se encontra com o Rio Don. Lost é encontrada por milhares de turistas, no verão, desde que começou a ser mencionada em guias de turismo anos atrás. Durante os raros períodos em que há placa, os visitantes adoram fazer-se fotografar sob ela.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.