Lugo assume filho que teve quando era bispo

O presidente do Paraguai, Fernando Lugo, assumiu hoje a paternidade de Guillermo Armindo, nascido há dois anos, quando o atual mandatário era bispo emérito da diocese de São Pedro. "Aqui e agora, diante de meu povo e de minha consciência, declaro com a mais absoluta honestidade e transparência com relação à polêmica suscitada que houve uma relação com Viviana Carrillo", disse inesperadamente o presidente a jornalistas diante do palácio do governo.

AE-AP, Agencia Estado

13 de abril de 2009 | 13h09

"Assumo todas as responsabilidades derivadas do ato. Reconheço a paternidade da criança. A partir deste momento, defendendo interesses superiores, neste caso a privacidade do menino e as altas responsabilidades que me impõe a Presidência da República, não farei mais nenhuma declaração", acrescentou. "Que a Páscoa da ressurreição nos anime a seguir adiante", concluiu.

Tudo o que sabemos sobre:
ParaguaiLugopaternidade

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.