Lugo passará hoje por segunda sessão de quimioterapia

O presidente do Paraguai, Fernando Lugo, será submetido hoje à segunda das seis sessões de quimioterapia para combater o câncer linfático diagnosticado no início do mês, anunciou o secretário de Comunicação Social do governo paraguaio, Augusto dos Santos.

AE-AP, Agência Estado

27 de agosto de 2010 | 17h23

Ele disse que não discutirá com a imprensa o novo corte de cabelo do mandatário "porque ele está enfrentando com normalidade os inconvenientes que possam existir", em alusão aos efeitos colaterais da quimioterapia. Segundo Santos, o tratamento não interferirá nas suas tarefas de governo.

No último dia 12 de agosto, Lugo foi submetido à primeira sessão de quimioterapia no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, logo após ser confirmado o câncer no tórax e na terceira vértebra lombar.

Enquanto isso, Miguel López, chefe de gabinete civil do governo, rechaçou a proposta lançada pelo deputado oficialista Pedro González, sobre a suposta necessidade de que Lugo se licencie do cargo por seis meses. "Os médicos do Sírio-Libanês foram categóricos, eles disseram que o presidente pode governar sem inconvenientes", reforçou López.

Tudo o que sabemos sobre:
quimioterapiaFernando LugoParaguai

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.