Lugo substitui chefe das Forças Armadas do Paraguai

O presidente do Paraguai, Fernando Lugo, substituiu hoje o general Bernardino Soto na chefia das Forças Militares. No lugar de Soto foi apontado o contra-almirante Cíbar Benítez para o principal posto militar do país. Lugo qualificou a medida como "um ato normal e natural da vida institucional". "As pessoas passam, as instituições ficam", disse Lugo, durante uma breve mensagem antes da formação de cadetes e comandantes do Exército, Aeronáutica e Marinha. A cerimônia ocorreu no distrito Capiatá, na periferia de Assunção."Podemos falar que o general Soto é um genuíno soldado", disse Lugo, que assumiu a presidência em 15 de agosto. O novo chefe dos militares disse que suas decisões serão baseadas "em uma análise prévia dos interesses da nação, de maneira a garantir a soberania e a integridade necessárias para o desenvolvimento do país".Ontem, Lugo negou que haja um clima de tensão entre os chefes das Forças Armadas por uma suposta ingerência do ministro da Defesa, general da reserva Luis Bareiro. O novo comandante apontou que assumirá as funções "com o propósito de fortalecer a instituição a fim de servir ao povo". Soto apontou sua saída como "um evento normal na vida profissional de um oficial".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.