David Mercado/REUTERS
David Mercado/REUTERS

Luis Arce assume a presidência da Bolívia

Posse de economista marca retorno do Movimento ao Socialismo ao poder

Redação, O Estado de S.Paulo

08 de novembro de 2020 | 12h08

O economista de esquerda Luis Arce, afilhado político do ex-presidente Evo Morales, assumiu a presidência da Bolívia neste domingo, 8, em cerimônia realizada no Congresso bicameral de La Paz, depois de vencer as eleições gerais do mês passado com 55% dos votos.

O vice-presidente David Choquehuanca, que tomou posse pouco antes, foi o encarregado de tomar o juramento do novo presidente na presença dos novos parlamentares e convidados especiais,como o rei Felipe VI da Espanha e os presidentes da Argentina, Colômbia e Paraguai.

A posse de Arce, ex-ministro da Economia de Morales (2006-2019), marca o retorno ao poder do Movimento ao Socialismo após a renúncia do ex-presidente em junho de 2019 em meio a uma forte convulsão social. /AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.