Lula chega a La Paz para posse de Morales

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva desembarcou às 12h20 (horário de Brasília), em La Paz, para participar da cerimônia de posse do presidente da Bolívia, Evo Morales. Lula chegou acompanhado do governador do Acre, Jorge Viana, ouviu os hinos da Bolívia e do Brasil, passou em revista à tropa e em seguida deu uma rápida entrevista, ainda no aeroporto de La Paz.Na entrevista, o presidente salientou que Evo Morales é o primeiro índio a assumir a presidência da Bolívia e que todos os presidentes têm de ajudá-lo. "O século XXI precisa ser o século da América Latina", disse o presidente. Lula disse que, em seu encontro anterior com Morales, pediu a ele a apresentação de um estudo sobre as necessidades da Bolívia. Com base neste plano, Lula e demais presidentes, como Néstor Kirchner (Argentina) e Hugo Chávez (Venezuela), poderiam verificar qual a ajuda possível ao país.Sobre reeleição, Lula afirmou que não tem pressa em tratar de candidatura. Disse que a oposição é que tem de se preocupar. "Eles têm prazo, que é março", disse. "Vou esperar o limite", completou.Lula rebateu os ataques feitos pela oposição sobre sua agenda, considerada eleitoreira. "Trabalhamos três anos plantando, está na hora de colher." Sobre salário mínimo, Lula disse que não quer se antecipar às negociações. Ele lembrou que, na próxima terça-feira deverá se reunir com entidades sindicais. Nesta data, o valor do salário mínimo deverá ser fixado.Lula seguiu para a residência do embaixador no Brasil na Bolívia, de onde sairá para participar da cerimônia de posse de Morales.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.