Lula comparou dissidentes a 'bandidos de SP'

Lula comparou dissidentes a 'bandidos de SP'

PARA LEMBRAR

, O Estadao de S.Paulo

25 de março de 2010 | 00h00

As declarações de ontem de Barack Obama contrastam com a posição do presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, sobre o caso dos presos políticos de Cuba. Lula chegou à ilha no dia 24, para uma visita oficial ao país - horas depois da morte de Orlando Zapata Tamayo, após semanas de greve de fome. Em Havana, evitou falar sobre a morte do dissidente, alegando o princípio de não-intervenção em assuntos internos de países estrangeiros. Poucos dias depois, já no Brasil, foi mais longe: "Já imaginou se todo bandido de São Paulo fizesse greve de fome para prostestar contra as condições das prisões", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.