Lula critica ONU por conflitos no Oriente Médio

A Organização das Nações Unidas (ONU) não tem coragem de tomar a decisão de colocar paz no Oriente Médio. A afirmação foi feita hoje pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em Recife, durante cerimônia de inauguração da primeira etapa do Parque Dona Lindu, no bairro de Boa Viagem. Segundo o presidente, que fez um discurso de 45 minutos na capital pernambucana, essa falta de ação da ONU no conflito entre israelenses e palestinos é motivada pelo poder de veto dos Estados Unidos no Conselho de Segurança (CS).Lula disse que pediu ao ministro de Relações Exteriores, Celso Amorim, para ligar para o presidente da França, Nicolas Sarkozy (que está em férias no Brasil), e convocar uma reunião de emergência. Ele não deu detalhes sobre onde e quando ocorreria esse encontro. "Nós, do Brasil, vamos trabalhar junto a outros países para achar um jeito daquele povo parar de se matar", afirmou.O presidente destacou que o Brasil convive em paz com árabes e judeus e disse que "violência gera violência". Lula reconheceu que o Hamas é "muito radical", mas comparou o potencial bélico de Israel frente aos palestinos como de uma bomba ante um palito de fósforo. Ele afirmou ainda que o mundo precisa de paz e pediu uma salva de palmas para os presentes em homenagem à paz.Crise financeiraAlém da crise no Oriente Médio, Lula falou de fatos sua infância em Pernambuco, da importância da família e voltou a fazer comentários sobre a crise financeira global. Ele admitiu que o Brasil terá alguns problemas, mas disse estar torcendo para que os Estados Unidos e a Europa resolvam logo seus problemas, já que a crise não é dos emergentes, mas dos países ricos. Lula disse que os pobres não pagarão a conta dessa crise.Foi em clima de festa que Lula foi recebido para a inauguração da primeira fase do Parque Dona Lindu. O presidente chegou ao som do frevo Vassourinhas, tocado por músicos de 17 orquestras de frevo da região metropolitana de Recife. A cantor e compositor Alceu Valença estava entre os convidados. Além das obras do parque, também foi inaugurado o Memorial aos Retirantes, um conjunto de esculturas representando Dona Lindu e seus filhos, de autoria do artista plástico pernambucano Abelardo da Hora.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.