Lula defende respeito à democracia na América Latina

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu hoje o respeito aos processos democráticos na América Latina, no discurso de brinde ao presidente da Nicarágua, Daniel Ortega, durante almoço no Palácio do Itamaraty. "A cooperação e a diplomacia devem prevalecer como base para as relações entre Estados. Queremos o respeito aos processos democráticos na região, sem retrocessos", afirmou o presidente. "Não podemos admitir que o golpe de 28 de junho de 2009, em Honduras, se torne incentivo a novas aventuras antidemocráticas no nosso continente", ressaltou.

RAFAEL MORAES MOURA, Agência Estado

28 de julho de 2010 | 15h17

Lula destacou ainda os projetos conjuntos com a Nicarágua e o engajamento de empresas brasileiras na construção da hidrelétrica de Tumarín, com financiamento de US$ 300 milhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Tudo o que sabemos sobre:
LulaOrtegaBrasilNicaráguademocracia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.