Lula destaca papel do Brasil na reconstrução do Haiti

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou hoje que o País tem uma função muito importante na reconstrução do Haiti, depois do terremoto ocorrido na terça-feira, pois coordena a Missão das Nações Unidas para a Estabilização no Haiti (Minustah) há cinco anos. No primeiro programa semanal de rádio "Café com o Presidente" de 2010, Lula afirmou que o planeta está mobilizado para ajudar os haitianos, mas que isso deve ocorrer de uma maneira mais acelerada. De acordo com ele, a solidariedade precisa converter-se em dinheiro para tornar possível uma existência mais digna aos haitianos depois do drama vivido por eles.

AE, Agencia Estado

18 de janeiro de 2010 | 09h11

Lula disse esperar que todo o mundo, sobretudo os países mais ricos, ajude o Haiti com recursos econômicos para que haja a reconstrução. "O momento agora é de colocar a mão no bolso e ajudar. O Brasil já colocou US$ 15 milhões à disposição do Haiti e nós achamos que têm países que podem dar mais", declarou. "Agora, é preciso ter uma coordenação para que esse dinheiro chegue para quem precisa e que esse dinheiro possa servir para reconstruir o Haiti."

Segundo o presidente, a prioridade é assegurar água e alimentos para a população haitiana, conforme as necessidades. "O que não pode acontecer é a gente ficar recolhendo coisas que depois nem os próprios haitianos precisam", considerou.

Tudo o que sabemos sobre:
HaititerremotoLulareconstrução

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.