Lula e Obama debatem hoje crise hondurenha

A crise política em Honduras levou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva a pedir um encontro reservado com seu colega americano, Barack Obama. A reunião ocorrerá hoje às 9h30 (4h30 em Brasília) em Áquila, Itália, onde se realiza a cúpula do G-8. Segundo um assessor de Lula, o governo brasileiro considera inevitável o retorno de Manuel Zelaya à presidência de Honduras. Mas Lula considerou indispensável, neste momento, "trocar impressões" sobre o caso de golpe de Estado na América Latina com o líder americano. "A conversa servirá, especialmente, para que os presidentes Lula e Obama orientem seus embaixadores na Organização dos Estados Americanos sobre os próximos passos a ser adotados'', afirmou o assessor.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.