Lula elogia pedido de Obama para reunir sul-americanos

O presidente, Luiz Inácio Lula da Silva, considerou "de sabedoria" a decisão do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, de convocar a reunião com três fóruns multilaterais, em vez de realizar sessões bilaterais. "O presidente (Obama) quer conhecer os chefes dos países da América Latina, mas se fosse reunir-se com cada um deles levaria mais de 15 dias", afirmou Lula, em entrevista relâmpago, após participar da plenária de abertura do Fórum Econômico Mundial sobre a América Latina, no Rio de Janeiro.

KELLY LIMA, Agencia Estado

15 de abril de 2009 | 16h39

O presidente brasileiro ainda disse que está na expectativa do que será discutido na reunião da União das Nações Sul-Americanas (Unasul), convocada pelo colega norte-americano. "Não sei o que será discutido, mas acredito que ninguém convoca uma reunião se não tiver coisa importante para discutir. Não é mais como no meu tempo de sindicato no PT, em que a gente marcava reunião para discutir a data ou a pauta da próxima reunião."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.