Lula envia apoio a Mujica antes de eleição no Uruguai

Pela segunda vez em seis anos, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva tomou partido por um candidato à presidência do Uruguai. Tal como havia feito em 2003, quando apoiou o então candidato socialista Tabaré Vázquez, Lula declarou apoio ao ex-guerrilheiro tupamaro José ?Pepe? Mujica, da governista coalizão Frente Ampla, de centro-esquerda, que no domingo disputará o segundo turno das eleições contra o ex-presidente Luis Alberto Lacalle, do Partido Nacional, de centro-direita.

AE, Agencia Estado

25 Novembro 2009 | 08h37

A declaração de apoio foi dada por Olívio Dutra, ex-governador do Rio Grande do Sul, ex-ministro e atual presidente do PT gaúcho, que se reuniu com Mujica durante duas horas no Hotel NH Columbia, em Montevidéu. "Lula tem a certeza de que em um segundo governo da esquerda uruguaia, comandada por Mujica, a relação entre nossos povos será mais produtiva e rica, especialmente na área do Mercosul", disse Dutra.

Segundo ele, Mujica "é uma figura emblemática, carismática, capaz de trabalhar na diversidade e pluralidade de ideias e construir consenso", além de "partilhar semelhanças" com o presidente Lula, "que é uma figura com grande capacidade de diálogo".

Diante do respaldo de Lula, a oposição no Uruguai optou pelo silêncio. Assessores de Luis Lacalle explicaram por telefone ao jornal O Estado de S. Paulo que nem o candidato nem o partido comentariam o assunto. Mujica é o favorito e conta com cerca de 48% das intenções de voto. Lacalle teria entre 40% e 42%. Mujica, em diversas ocasiões, declarou que se identifica mais com Lula do que com o bolivarianismo do presidente venezuelano, Hugo Chávez. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Mais conteúdo sobre:
Uruguai eleição Lula Mujica apoio

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.