Lula felicita Kirchner e confirma presença na posse

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva encaminhou uma mensagem de felicitações a Néstor Kirchner, presidente eleito da Argentina, na qual também confirmou sua presença na cerimônia de posse, marcada para o próximo dia 25 de maio, em Buenos Aires. A carta foi enviada por meio da embaixada do Brasil na Argentina, conforme informaram fontes da diplomacia.A eleição de Kirchner trouxe ao governo brasileiro, especialmente ao Itamaraty, alívio em relação aos rumos da política externa do principal parceiro do Brasil no Mercosul. Na semana passada, em visita a Lula, o candidato confirmou seu alinhamento aos conceitos e prioridades do novo governo brasileiro para essa área. Kirchner salientou sua intenção de reforçar o Mercosul, de levar adiante a integração entre o bloco e os demais países sul-americanos e deixou clara sua falta de entusiasmo com a continuidade das negociações da Área de Livre Comércio das Américas (Alca).O atual ministro da Economia, Roberto Lavagna, que deverá continuar no posto na gestão do novo presidente, acrescentou ainda sua preferência pelas negociações diretas de um acordo de livre comércio entre o Mercosul e os Estados Unidos, sem excluir a Alca - em simetria total com as idéias do chanceler brasileiro. No Itamaraty, a avaliação é que essa sintonia fina entre o Brasil e a Argentina para os próximos quatro anos seria impossível no caso da vitória do ex-presidente Carlos Saúl Menem (1989-1999), candidato que abandonou o pleito depois de constatar sua derrota inevitável e a consagração de seu adversário com um porcentual de votos superior ao obtido pelo líder máximo do partido de ambos, Juan Domingo Perón, em 1970.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.