Lula não sabe por que oposição venezuelana reclama

O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva considera absolutamente normal o fato de o governo brasileiro ter decidido a ajudar a Venezuela. A afirmação foi uma resposta à oposição venezuelana, que nesta quinta-feira criticou o apoio do Brasil ao governo constitucional de Hugo Chávez. "Não sei por que a oposição reclama. Torcemos para a Venezuela resolver seu problema da forma mais democrática possível", afirmou. Lula considera a ajuda brasileira um ato de solidariedade ao povo venezuelano que não pode pagar o preço da crise política. O presidente eleito considera a Venezuela um parceiro extremamente importante para o Brasil e reforçou que pretende, em seu governo, fazer com que o Brasil exerça um papel de liderança na América Latina. O presidente eleito avaliou que se oposição e governo venezuelano não chegarem a um acordo, a eleição não será suficiente para resolver a crise. "É preciso saber se as partes acatarão o resultado eleitoral", afirmou. Lula enviou, na semana passada, seu futuro assessor de Assuntos Internacionais, Marco Aurélio Garcia, para avaliar a crise venezuelana. Garcia retornou na terça-feira pela manhã trazendo o pedido de Chávez para que o Brasil ajude a Venezuela com o envio de gasolina, técnicos e um navio para transporte de petróleo cru. O pedido foi a Fernando Henrique Cardoso, que já pediu à Petrobras para cuidar do assunto. Para ler o índice de notícias sobre a transição e a Presidência, clique aqui.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.