Lula parabeniza Piñera pelo resgate de mineiros no Chile

Líderes mundiais enviam mensagens de apoio ao presidente chileno durante operação em Copiapó

LEONENCIO NOSSA, Agência Estado

13 de outubro de 2010 | 12h31

BRASÍLIA - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva parabenizou hoje seu colega chileno, Sebastián Piñera, pelo "extraordinário trabalho" de resgate dos trabalhadores da mina de San José. Os esforços ocorrem desde ontem à noite no deserto do Atacama. 

 

 Veja também:

blog TEMPO REAL: acompanhe a operação

mais imagens  GALERIA: Fotos do local

especial ESPECIAL: Como será o resgate

blog ENVIADA: Clima de Woodstock

 

Em uma conversa de cerca de dez minutos, Lula, segundo a Secretaria de Imprensa da Presidência da República, disse que "todo o mundo está orgulhoso do que o Chile está realizando". Ele estendeu os cumprimentos à equipe de resgate. Líderes de toda América Latina, EUA, países europeus e o papa Bento 16 cumprimentaram o governo chileno pelo resgate.

 

Piñera agradeceu o telefonema de Lula e informou ao presidente brasileiro que naquele momento estava sendo resgatado o 14º trabalhador. Depois, passou o telefone para o presidente da Bolívia, Evo Morales, também presente na área da mina. Morales disse a Lula que estava admirado pelo sucesso do esforço extraordinário empreendido pelo Chile. Um dos mineiros resgatados é boliviano. "Cuide bem do seu mineiro", recomendou Lula ao colega boliviano.

 

O porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs, disse que o presidente dos EUA, Barack Obama, está inspirado com o salvamento dos mineiros no Chile.

 

Segundo o porta-voz, o presidente americano assistiu a alguns resgates pela televisão e ficou comovido com o esforço coletivo para tirá-los da mina onde estão presos há mais de dois meses. Para Obama, os resgates são "uma verdadeira história inspiradora e com um final feliz".

 

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, e a presidente argentina, Cristina Kirchner, também telefonaram para Piñera. Os governos do Equador, Colômbia, Venezuela, México também divulgaram mensagens de apoio.

 

"Viva o Chile! Viva a esperança de que o homem pode superar qualquer dificuldade", escreveu o presidente mexicano, Felipe Calderón, em sua conta no twitter.

 

Também pela rede social, o presidente venezuelano, Hugo Chávez, desejou sorte aos chilenos antes do resgate. "Vai começar o resgate dos irmãos mineiros que estão no Chile. Estamos com o Chile! Que deus esteja com vocês. Saudações ao presidente Piñera", postou Chávez.

 

Na Europa, Alemanha, França, Espanha e Itália também divulgaram mensagens . O presidente sul-africano, Jacob Zuma, também publicou um comunicado de apoio.

 

"Junto do resto do mundo, a África do Sul se alegra com o êxito do resgate de alguns dos mineiros. Com uma forte cultura mineira, o mesmo que o Chile, nos identificamos totalmente com os temores e ansiedades daqueles que sofrem com essa terrível experiência, as vítimas, seus familiares e todo o povo chileno".

O papa Bento XVI desejou a "bondade divina" aos mineiros chilenos que, aos poucos, são resgatados da mina onde ficaram presos por mais de dois meses no norte do país.

"Continuo a pedir com esperança a bondade divina aos mineiros da região do Atacama, no Chile", disse o pontífice em espanhol na Praça de São Pedro, no Vaticano.

 

Com Efe, AP e Reuters

Tudo o que sabemos sobre:
ChileresgatemineirosLulaPiñera

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.