Lula receita a El Salvador comitê nos moldes do Brasil

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em discurso para cerca de 40 empresários brasileiros e salvadorenhos, recomendou ao presidente de El Salvador, Maurício Funes, que crie em seu país um Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, a exemplo do que criou no Brasil, para abrir um canal de comunicação com os diversos setores da sociedade, particularmente, os empresários.

TÂNIA MONTEIRO, ENVIADA ESPECIAL, Agencia Estado

26 de fevereiro de 2010 | 17h21

Lula disse a Funes que um motivos do sucesso do Brasil na área econômica foi o bom relacionamento de seu governo com os empresários e o diálogo que possui com eles.

"Um dos sucessos que tivemos no Brasil na relação com o empresariado é que sempre estivemos muito abertos em todas as discussões com os empresários", afirmou Lula, depois de salientar que é preciso construir uma longa estrada para que seja possível atender aos interesses econômicos do Brasil e aos interesses econômicos de El Salvador.

E deu a receita do seu sucesso: "o governo nunca se comportou como se fosse o dono da verdade. Nunca permitimos que nossos ministros deixassem de conversar as políticas setoriais, sobretudo no auge das crises, nós envolvemos muito os empresários para nos ajudar a encontrar saída para a crise econômica e grande parte das coisas que nos fizemos no Brasil foi construído junto: governo, empresários e trabalhadores".

O presidente explicou que no conselho há grandes empresários, dirigentes sindicais, gente da igreja católica, igreja evangélica, representante dos sem-terra. "Ou seja, ali naquele conselho, está representada a cara da sociedade brasileira e o resultado, que no começo parecia assustador, o resultado tem sido extraordinário", disse.

E completou: "portanto, se você ainda não tem um conselho de desenvolvimento, crie porque ajuda de forma extraordinária a encontrar soluções".

Tudo o que sabemos sobre:
LulaEl Salvadorconselhoempresários

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.