Luta no Iraque revolta xiitas em outros países

A polícia do Bahrain usou gás lacrimogêneo para tentar dispersar milhares de muçulmanos xiitas, mas a multidão enfurecida rompeu as barricadas e continuou na passeata em protesto contra os combates nas cidades sagradas de Najaf e Kerbala, no Iraque. Milhares de manifestantes cobertos com mortalhas brancas - símbolos da disposição para o martírio - também foram às ruas do Líbano, e 200 outras se reuniram do lado de fora da embaixada britânica no Irã. As comunidades xiitas no Líbano, Bahrain e Irã têm se mostrado ultrajadas pela violência contínuas em Najaf e Kerbala, cidades que abrigam os principais santuários da corrente xiita do Islã. Em Bahrain, onde os xiitas são maioria, mais de 4.000 manifestantes gritavam ?Morte à América!?. Outro grupo carregava faixas com os dizeres ?Nossos santuários são nossas vidas. Deixem-nos em paz!?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.