Luto marca o réveillon em vários países

O luto pela tragédia na Ásia marca as comemorações na virada de ano em vários países. A tradicional queima de fogos australiana em Sydney aconteceu, antecedida por um minuto de silêncio e um pedido para que a população fizesse doações para as vítimas.Em Paris, as árvores e ornamentos dos Champs Elysee vão ser cobertos de negro.Uma vigília noturna será realizada na Suécia, para lembrar as vítimas, muitas delas suecas em férias pela região. Por todo o país, as bandeiras estão alçadas a meio-mastro.Nos países atingidos, as celebrações também foram repensadas ou mesmo canceladas.Uma grande queima de fogos de artifícios foi cancelada na capital da Indonésia, Jacarta, o país mais atingido. O prefeito da cidade disse que a verba da festa será desviada para a ajuda às vítimas.O governo tailandês pediu para que os hotéis de luxo não vendam bebidas alcoólicas.O premiê Thaksin Shinawatra pediu para que não seja realizada a tradicional contagem regressiva na capital, Bangcoc. Ela será substituída por rituais budistas.Quebrando uma tradição de anos na Índia, o palácio presidencial de Nova Déli não será iluminado na última noite do ano.Cingapura, Malásia e a Turquia, país que costuma sofrer com terremotos, também cancelaram suas festividades.As festas também estão sendo canceladas no Sri Lanka e por todo o país, as rádios tocam músicas sóbrias durante toda a sexta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.