Macedônia aprova lei que proíbe casamento gay

O Parlamento da Macedônia concordar em considerar propostas de emendas constitucionais para proibir efetivamente o casamento gay e impor limites à dívida pública.

AE, Agência Estado

16 de julho de 2014 | 20h36

Os legisladores concordaram nesta quarta-feira em iniciar o processo de alteração proposta pelos conservadores do governo, que, com seus aliados, têm mais de dois terços dos assentos no Parlamento, o mínimo necessário para aprovar mudanças.

As alterações aprovadas definem o casamento como um direito exclusivamente heterossexual. Além disso, limita a dívida nacional a 60% do Produto Interno Bruto (PIB) e limitar o déficit orçamentário anual do país para 3%.

Um porta-voz do partido conservador disse que a emenda foi destinada "à proteção de valores tradicionais, familiares e religiosos do casamento". Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
MacedôniaGaycasamentoproibição

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.