Macedônia faz primeiro turno da eleição presidencial

Os eleitores da Macedônia foram às urnas neste domingo, no primeiro turno da quinta eleição presidencial desde que o país se separou da então Iugoslávia, em 1991. A maioria dos eleitores de etnia albanesa boicotou a eleição, cujo resultado deve ser divulgado na manhã desta segunda-feira. Não há registro de incidentes.

AE-AP, Agência Estado

13 de abril de 2014 | 16h21

Os albaneses étnicos, que representam um quarto da população da Macedônia e são majoritários no oeste e no norte do país, boicotaram a eleição porque o partido VRMO-DPMNE, que lidera a coalizão governista, rejeitou o pedido do partido Albaneses Democráticos pela Integração, seu parceiro no governo, para a apresentação de uma candidatura única.

Embora o cargo de presidente seja principalmente cerimonial, a votação para esse posto é vista como uma prévia da eleição parlamentar que está prevista para o fim do mês. Todos os principais partidos basearam sua campanha em propostas de levar a Macedônia a integrar-se a organizações ocidentais, como a União Europeia e a Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte, a aliança militar liderada pelos EUA).

Há quatro candidatos. O atual presidente Gjorge Ivanov, tenta um segundo mandato de cinco anos. Seu principal oponente, Stevo Pendarovski, é apoiado pelo Partido Social Democrata, o maior da oposição. Caso ninguém obtenha maioria absoluta, haverá um segundo turno em 27 de abril. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Macedôniaeleição

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.