Macedônia interrompe ofensiva contra albaneses

O Exército e a polícia da Macedônia interromperam hoje uma ofensiva contra posições defendidas por rebeldes albaneses horas antes da abertura de uma sessão parlamentar convocada para aprovar um novo governo de unidade nacional. O Parlamento macedônio deverá se reunir na tarde de hoje para endossar um novo governo, multiétnico e multipartidário, em um novo esforço para conter a insurgência dos rebeldes albaneses étnicos. A formação de um gabinete de unidade nacional na Macedônia é um grande passo. Espera-se que o novo governo ajude a superar as divisões étnicas e seja capaz de unir todas as forças políticas na busca por uma solução negociada para a crise. Horas antes da sessão, prosseguiam as últimas negociações para a composição do futuro gabinete. É provável que o atual primeiro-ministro, Ljubco Georgievsli, continue no cargo, mas seu ministro de Relações Exteriores deve ser substituído. O acordo do governo foi alcançado na sexta-feira, depois de um partido albanês étnico abrir mão de suas exigências. O Partido da Prosperidade Democrática exigia que antes o governo interrompesse sua ofensiva contra os rebeldes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.