Maconha 'cura' gêmeas neonazistas americanas

As gêmeas americanas Lynx e Lamb Gaede viraram símbolos do neonazismo na Califórnia ao fundarem a banda "Prussian Blue" quando tinham apenas 11 anos. Agora, aos 20 anos, as duas dizem que abandonaram as ideias extremistas, viraram hippies e só querem paz. A "cura" foi alcançada, segundo elas próprias, depois que começaram a fumar maconha.

O Estado de S.Paulo

29 de junho de 2012 | 03h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.