Macri chega a Bruxelas onde iniciou viagem oficial pela Europa
Macri chega a Bruxelas onde iniciou viagem oficial pela Europa

Macri acusa governo venezuelano de violar 'todos os direitos humanos'

Em entrevista publicada pelo jornal espanhol ABC, presidente argentino diz que chavista levou população 'à fome e ao abandono' e defendeu realização de referendo 'o mais rápido possível'

O Estado de S. Paulo

04 Julho 2016 | 12h48

BUENOS AIRES -  O presidente argentino, Mauricio Macri, afirmou em uma entrevista publicada nesta segunda-feira, 4, pelo jornal espanhol ABC que o governo venezuelano de Nicolás Maduro "violou todos os direitos humanos" e desejou que um referendo revogatório seja realizado naquele país o quanto antes.

"É um governo que violou todos os direitos humanos, pelos quais estamos todos trabalhando e defendendo", afirmou o presidente argentino a este jornal conservador antes de sua atual viagem pela Europa. O governo de Maduro "levou a população venezuelana à fome e ao abandono. Por isso precisam de um referendo, precisam ir a eleições o mais rápido possível", acrescentou Macri.

Esta contundência contrasta com a fraqueza mostrada pela Argentina durante o debate na Organização dos Estados Americanos (OEA) sobre se aplicaria ou não a Carta Democrática contra o país sul-americano, que terminou sem decidir nenhum tipo de medida.

Os opositores do chavismo esperavam que Buenos Aires apoiasse o secretário-geral da OEA, Luis Almagro, que havia invocado a Carta Democrática por supostas violações dos direitos humanos na Venezuela, mas a Argentina se limitou a pedir diálogo para resolver a crise política.

Perguntado a respeito, Macri negou que a postura de seu governo tenha variado. "Fizemos o mesmo que vínhamos fazendo. Buscamos caminhos diferentes que nos levassem a este resultado, de eleições o quanto antes e sempre ratificando nosso compromisso com a defesa dos direitos humanos na Venezuela", se defendeu. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.