Macri vence, mas haverá segundo turno em Buenos Aires

Atual prefeito irá enfrentar Daniel Filmus, candidato do governo, no próximo dia 31

AE, Agência Estado

11 de julho de 2011 | 09h58

O candidato peronista Daniel Filmus comemora ida para segundo turno

 

 

BUENOS AIRES - O atual prefeito de Buenos Aires, Mauricio Macri, venceu com folga a disputa eleitoral de ontem, porém não conseguiu vantagem suficiente para evitar um segundo turno. Agora, Macri e o candidato da presidente Cristina Kirchner, Daniel Filmus, decidirão a disputa no dia 31.

Com 99,39% dos votos apurados, Macri, do Proposta Republicana (PRO), aparecia com 47,08% dos votos, segundo informa hoje o site do jornal Clarín. Já Filmus, da Frente para a Vitória, estava com 27,78%.

 

As eleições presidenciais e para o Congresso estão marcadas para 23 de outubro, e a disputa por Buenos Aires é vista como o primeiro grande teste eleitoral do ano no país, antes da disputa nacional.

Apenas se um candidato recebesse mais de 50% dos votos não haveria segundo turno na capital argentina.

 

A presidente e sua coalizão investiram significativos recursos na campanha de Filmus, em uma cidade historicamente dominada pela oposição. Porém mesmo uma derrota no segundo turno não deve ameaçar as chances de Cristina se reeleger - ela aparece como favorita nas pesquisas. As informações são da Dow Jones, com agências internacionais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.