REUTERS/Enrique Marcarian
REUTERS/Enrique Marcarian

Macri viajará ao Brasil em 7 de fevereiro e se reunirá com Temer

Convite foi feito na quarta-feira pelo presidente do Brasil, Michel Temer, em conversa telefônica; será o segundo encontro oficial dos dois depois da visita que o mandatário brasileiro fez a Buenos Aires em outubro

O Estado de S.Paulo

12 Janeiro 2017 | 08h24

BUENOS AIRES - O presidente da Argentina, Mauricio Macri, viajará ao Brasil no dia 7 de fevereiro para fazer uma visita de Estado e se reunir com o presidente Michel Temer, informaram fontes oficiais na quarta-feira, 11.

"O convite foi feito hoje (ontem) pelo presidente brasileiro, Michel Temer, durante uma conversa telefônica que o líder argentino recebeu em seu escritório da Casa Rosada", explicou a presidência argentina em comunicado.

Esta será a primeira visita oficial de Macri ao Brasil - principal parceiro comercial da Argentina - desde que Temer assumiu a presidência, em 31 de agosto. Temer, por sua vez, visitou Buenos Aires em outubro. 

Na ocasião, a intenção de reforçar as relações comerciais e a aposta no Mercosul em meio a uma crise com a Venezuela protagonizaram a agenda de trabalho bilateral. Ambos os presidentes, favoráveis ao livre mercado, consideraram como prioridade avançar em acordos com a União Europeia (UE).

Brasil e Argentina, primeira e terceira economias da América Latina, respectivamente, atravessam uma dura recessão e, por isso, os presidentes aumentaram seus esforços diplomáticos para captar investimentos, enquanto os índices de desemprego e atividade econômica caem.

O Brasil é o principal destino das exportações argentinas e a Argentina é o terceiro parceiro comercial brasileiro, depois de China e Estados Unidos. O comércio bilateral totalizou US$ 23 bilhões em 2015 e somou US$ 14 bilhões nos primeiros oito meses de 2016, segundo dados do Itamaraty. / EFE e AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.