REUTERS/Gonzalo Fuentes
REUTERS/Gonzalo Fuentes

Macron promete dobrar doação de vacinas contra covid-19 a países subdesenvolvidos

Quantidade de doses repassadas pela França passará a ser de 120 milhões

Redação, O Estado de S.Paulo

26 de setembro de 2021 | 11h25

PARIS - O presidente francês Emmanuel Macron prometeu neste sábado, 25, que a França vai doar 120 milhões de doses da vacina contra a covid-19 a países subdesenvolvidos. A quantidade representa o dobro do previsto anteriormente.

"A França se compromete a dobrar o número de doses que doará. Passaremos de 60 milhões a 120 milhões de doses doadas. Isto é, mais doses, até agora, das que temos feito no país", disse o presidente francês em um vídeo apresentado durante um show da organização de caridade Global Citizen, em Paris.

"A injustiça é que em outros continentes, evidentemente, a vacinação esteja muito atrasada. Por causa de nós, coletivamente. Na África, apenas 3% da população está vacinada, devemos ir mais rápido, com mais força", acrescentou.

Os Estados Unidos anunciaram na quarta-feira, 22, a intenção de dobrar suas doações de vacinas contra a covid-19, elevando o total das doses prometidas aos países pobres a mais de 1,1 bilhão.

"Precisamos que outros países de renda alta ponham em prática suas ambiciosas promessas de doações", reivindicou na ocasião o presidente americano, Joe Biden.

A União Europeia, por sua vez, doará mais de 500 milhões de doses, enquanto a China prevê abastecer o mundo com 2 bilhões de doses, segundo as autoridades do país. Não foi informado, contudo, se o volume se refere a vendas, doações ou ambas. /AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.