Ludovic MARIN / AFP
Ludovic MARIN / AFP

Macron questiona possibilidade de novas negociações da União Europeia sobre Brexit

Após parlamento britânico rejeitar proposta da premiê Theresa May, presidente francês afirmou que Reino Unido deverá resolver a situação 'por conta própria'

Redação, O Estado de S.Paulo

16 de janeiro de 2019 | 04h31

LONDRES - Após a votação histórica na Câmara dos Comuns do Reino Unido rejeitar o plano da premiê Theresa May para o Brexit, o presidente francês Emamanuel Macron apontou dúvidas sobre a possibilidade da União Europeia voltar à mesa de negociações com o governo britânico.

"Realmente não acredito [em novas negociações] pois já fomos o mais longe possível", afirmou Macron a jornalistas no início da noite de terça, 15. Segundo ele, os parlamentares britânicos devem "resolver a situação por conta própria" e lhes desejou "boa sorte" para encontrar uma solução para o divórcio, previsto para 29 de março.

Macron é um forte defensor do bloco europeu e pressiona Bruxelas a manter uma posição dura e unificada sobre o Brexit, em parte para evitar que os demais países-membros da União Europeia adotem posturas semelhantes a Londres. Novas rodadas de negociações com o Reino Unido poderiam impactar as eleições para o Parlamento Europeu, previstas para maio.

Se o Brexit ocorrer em março, o pleito será o primeiro sem a participação de eleitores e candidatos do Reino Unido desde a década de 1970. /ASSOCIATED PRESS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.