Madri congela 33 milhões de euros de Mubarak

A polícia espanhola anunciou ontem o congelamento de 33 milhões de contas bancárias em nome de Hussein Salem, um sócio do ex-presidente egípcio Hosni Mubarak. Salem foi preso na noite de quinta-feira em Madri, acusado de lavagem de dinheiro na Espanha e no Egito. Na operação policial foram presos também um filho de Salem e seu sócio na Espanha, o empresário turco Ali Evsen.

Reuters, O Estado de S.Paulo

18 de junho de 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.