REUTERS/Juan Medina
REUTERS/Juan Medina

Madri manterá controle sobre Catalunha mesmo se Puigdemont for eleito, diz Rajoy

Para premiê espanhol, se trata de ‘bom senso’, pois é ‘absurdo’ que alguém como um ‘fugitivo’ em Bruxelas queira ser líder da região

O Estado de S.Paulo

15 Janeiro 2018 | 14h02

MADRI - Madri continuará a controlar o governo da Catalunha se o governador destituído da região, Carles Puigdemont, for eleito novamente como líder pelo Parlamento catalão mesmo em exílio autoimposto em Bruxelas, disse o primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, nesta segunda-feira, 15.

+ Justiça espanhola mantém ex-vice-presidente catalão na prisão

“É absurdo que alguém aspire a ser líder do governo regional da Catalunha como um fugitivo em Bruxelas. É um caso de bom senso”, afirmou ele durante discurso.

+ Separatistas catalães decidem reconduzir governador destituído ao cargo

Na quinta-feira, um relatório elaborado pelo governo da Espanha concluiu que não é possível aceitar a posse de qualquer governador por meio de teleconferência como pretende Puigdemont.

Ele aspira assumir como governador da Catalunha, mas está na capital da Bélgica para não responder à Justiça espanhola, que o investiga por possível rebelião, entre outros crimes, pela participação no processo de independência da região. Sua ideia é ser escolhido via teleconferência ou por meio de um representante, que exponha na Câmara o seu programa de governo. / REUTERS e EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.