Madri negocia material militar com Chávez

O ministro da Defesa espanhol, Pedro Morenés, disse ontem que seu país negocia uma nova venda de equipamento militar para a Venezuela, após a entrega de oito embarcações de vigilância ao governo de Hugo Chávez - a quem qualificou de "grande amigo". Morenés afirmou que representantes do estaleiro público Navantia, que fabrica barcos militares e sistemas de combate, estão em Caracas para apresentar novos produtos aos venezuelanos. O ministro disse que o material não tem tecnologia dos EUA - que, em 2005, negou licenças para peças americanas usadas em aviões espanhóis negociados com a Venezuela.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.