Palace/Handout via REUTERS
Palace/Handout via REUTERS

Maduro adia conversão monetária e diz que cortará cinco zeros do bolívar

Em anúncio feito em rede nacional de rádio e televisão, presidente da Venezuela diz que conversão monetária começará no dia 20 de agosto e não mais no dia 4

O Estado de S.Paulo

25 Julho 2018 | 21h57

CARACAS - O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou nesta quarta-feira, 25, que vai adiar o processo de conversão monetária do país, previsto para começar no dia 4 de agosto, e revelou que cortará cinco zeros das notas de bolívar, e não três como tinha determinado inicialmente.

"Anúncio que a conversão monetária vai começar no próximo dia 20 de agosto de maneira definitiva e a redução de cinco zeros da moeda venezuelan", disse Maduro em rede nacional de rádio e televisão. / EFE

+ Pedidos de refúgio de venezuelanos no Brasil dobraram em seis meses


 

Mais conteúdo sobre:
Venezuela [América do Sul]

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.