Maduro cancela ida à posse de Bachelet

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, cujo governo está sob pressão de intensos protestos populares, cancelou a ida à posse de Michelle Bachelet como presidente do Chile. As informações foram divulgadas pela embaixada da Venezuela em Santiago.

AE, Agência Estado

11 de março de 2014 | 12h40

O presidente venezuelano planejava chegar em Santiago ontem, mas decidiu adiar a viagem de última hora.

O ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Elías Jaua, irá representar Maduro na posse de Bachelet e também em uma reunião de emergência dos membros da União das Nações Sul-Americanas (Unasul) sobre a crise política venezuelana.

Os protestos na Venezuela devem ser um dos principais tópicos a serem discutidos pelos líderes presentes na posse de Bachelet, entre os quais o vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden.

Ontem, Sebastián Piñera, que entrega o cargo de presidente do Chile à Bachelet, pediu que autoridades venezuelanas investiguem o assassinato de uma mulher chilena durante um protesto em Mérida, no oeste da Venezuela. Ao menos 20 pessoas morreram nos protestos contra o governo de Maduro nas últimas cinco semanas. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
ChileVenezuelaposseBacheletMaduro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.